Online
Nós temos 8 visitantes online
Pensamento do Dia
E os teus inimigos colaboram contigo, porque não há inimigo algum no mundo. O inimigo o que faz é limitar - te, dar - te a tua forma e alicerçar - te. (Saint - Exupéry)

Enquete
Você é a favor que o SITE do Grupo deixe de existir?
 
Previsão do Tempo
Visitas do Site
estatisticas gratis
Banner

PostHeaderIcon HISTÓRICO DO GRUPO ESCOTEIRO ERIVALDO SANDRO

De janeiro a março de 1985, o Comissário Distrital Arnaldo de Sousa Barros, teve alguns contatos com a Prefeitura Municipal de Piripiri e a Paróquia de Nossa dos Senhora dos Remédios com a proposta de fundar um Grupo Escoteiro no município.

No dia 09 de marco de 1986, o Prefeito gestor da época – Luiz Cavalcante e Meneses, pediu ao Comissário Distrital, Chefe Arnaldo, que viesse a Piripiri, para tratarem do assunto proposto pelo mesmo. Por intermédio de um Pioneiro da cidade de Campo Maior, Valdenor, o Chefe Arnaldo atendeu o pedido do Sr. Prefeito, veio a cidade, e manteve contato com o mesmo, o qual se prontificou em colaborar com tudo que fosse necessário para a Fundação. Na mesma ocasião, Chefe Arnaldo falou com o vigário da Paróquia na época – Frei Cláudio – que não pode dar muita atenção, pois, o mesmo estava em processo de transferência para outra Paróquia, mas passava o assunto para outro Frei (Frei Frederico Zilner) o qual assumiria o seu lugar.

De 28 a 30 de agosto de 1986, Frei Frederico pediu ao Comissário Distrital que demonstrasse alguma coisa sobre Escotismo na cidade e o mesmo atendendo o pedido do Frei, realizou uma atividade onde participaram Seniores e Pioneiros da cidade de Campo Maior. A atividade seria objetivada como incentivo aos jovens da cidade de Piripiri.

A atividade proposta não chegou ao seu destino final, pois, os jovens tiveram que ser obrigados a voltar antes do encerramento, em virtude a um trágico acidente automobilístico que tirava a vida do Sênior Aldrin Barbosa pertencente ao Grupo Escoteiro São José da cidade de Altos.

No inicio de setembro do mesmo ano, foram feitas inscrições de rapazes e crianças para ingressarem no Movimento Escoteiro e teve a organização por conta do Grupo de Jovens – JAC (Jovens Amigos de Cristo).

No dia 13 de setembro, o Chefe Arnaldo, teve seu primeiro contato com os meninos que haviam feito as inscrições, 32 meninos de 11 a l4 anos e 16 de l5 a 17 anos. Na mesma data foi conseguido o Parque de Exposições para ser realizado o II Acampamento Distrital de Patrulhas, onde os recem-inscritos tiveram a oportunidade de participar. Realizada a atividade de 19 a 21 de setembro, o II ADP, os futuros escoteiros inscritos da cidade de Piripiri participaram apenas como ouvintes.

Nesta época, o Grupo Escoteiro de Campo Maior tinha como Chefe de Grupo o jovem, Francisco Pereira, conhecido como Pitico e o mesmo deixou o Grupo após a atividade.

No dia 19 do mesmo mês, a Diretoria do Grupo de Jovens – JAC, encaminhou um oficio ao Comissário Distrital, Chefe Arnaldo, fazendo o pedido para a fundação do Escoteiro na cidade.

De 07 a 09 de novembro do mesmo ano, 15 futuros Escoteiros e 05 Seniores, participaram do IX Elo Nacional na cidade de Teresina, usando lenço do Distrito e como não tinha Chefe de Grupo, foram sob responsabilidade do Chefe Arnaldo. N mês de dezembro, de 19 a 21, alguns futuros Escoteiros de Piripiri participaram da Convenção de Graduados na cidade de Pedro II. Entre os participantes estiveram: Marcos Vinicius, Robert Luiz, Erivaldo Sandro, Quaresma e Gerardo. E os Seniores: Afonso, Luciano e Valdenir.


A FUNDAÇÃO DO GRUPO

Nos meses de janeiro e fevereiro de 1987, o Chefe Arnaldo de Sousa Barros, deu total apoio através de reuniões, livros e preparação dos futuros Escoteiros. No dia 24 de janeiro de 1987, José Medeiros e Escoteiros fizeram uma visita ao Grupo Escoteiro Irapuã Rocha na cidade de Campo Maior, por ocasião de seu aniversario.

No dia 20 de fevereiro, foi feita a primeira reunião com Pais dos garotos recem-inscritos com o objetivo de organizar a Fundação do Grupo Escoteiro e nesta reunião tiveram o total apoio dos Pais.

No dia 08 de marco de 1987, foi fundado o Grupo Escoteiro Padre Freitas, com 25 Escoteiros e 06 Seniores, primeiro foi conferida a Promessa do Chefe de Grupo, José Medeiros, em seguida o Chefe de Grupo José Medeiros realizou a promessa de seus Escoteiros.

A Cerimônia foi ministrada pelo Chefe Distrital Arnaldo Barros, o qual conferiu, o qual conferiu também as Promessas dos membros da Primeira Diretoria do Grupo, ficando o seguinte:

CONSELHO DE GRUPO

Presidente: Helio Ferreira de Sousa
vice-presidente: Adalgisa A de Sousa
COMISSÃO EXECUTIVA
Presidente: Alice Nunes dos Santos
vice-presidente: Claudete Maria de Araújo Alves
Chefe de Grupo: José Medeiros
Diretora Financeira: Maria dos Remédios Melo
Diretor Financeiro Adjunto: Antônio dos Santos Cardoso
Diretora Administrativa: Maria Erinelda Teles de Sousa
Diretora Administrativa Adjunto: Maria de Fátima Melo
COMISSÃO FISCAL
Manuel Fernandes da Silva
José Morais
João Pedro Viana Neto
Após a Cerimônia, todos deslocaram-se ao Parque de Exposições onde foi oferecido um almoço patrocinado pelos Pais em confraternização e nessa ocasião estiveram presentes membros de outros grupos, Frei Frederico, Pais e Convidados. As atividades do Grupo continuaram se realizando sem problemas e dirigida pelo Chefe de Grupo José Medeiros.
No dia 21 de março de 1987, o chefe com escoteiros participaram da Fundação do Grupo Escoteiro na cidade de Floriano. No mês de abril comemorou-se a Semana Escoteira e no mês de maio, de 01 a 03 a cidade de Piripiri sedia mais uma vez o III Acampamento Distrital de Patrulhas no local Horto Florestal onde participaram as Tropas de Escoteiros e Seniores onde na ocasião alguns membros do Grupo fizeram Promessas.
TERCEIRA FASE: "A Mudança do Nome Padre Freitas para Erivaldo Sandro"
No dia 19 de maio, o Grupo Escoteiro Padre Freitas encontra no caminho o que não esperava, a família do escoteiro Erivaldo Sandro Ferreira tiveram que levá-lo à Teresina (Capital-PI) com sérios problemas de saúde e após oito dias de angústia por parte dos companheiros de grupo e familiares e feito tudo que foi possível na tentativa de salvá-lo, no dia 26 de maio de 1987 o mesmo faleve vítima de leucemia, deixando o nosso convívio e indo para junto de Deus. Tudo foi muito difícil e todos tiveram que ser fortes para suportar o duro golpe da vida.
De 29 a 31 de maio o Grupo ainda participou do Curso de Monitores na cidade de Altos, e foi conferida as promessas de alguns membros do Grupo ao mesmo tempo que todos foram aprovados no curso.
No dia 04 de outubro de 1987, o Grupo passa a ser chamado de Grupo Escoteiro Erivaldo Sandro, justa homenagem prestada ao escoteiro Erivaldo Sandro Ferreira, que devido os poucos meses de convívio em nosso meio demonstrou grande espírito de luta em prol do Grupo ao passo de ter sido um ótimo monitor. No mesmo dia, o Grupo foi premiado com a Fundação da Alcatéia que naquela oportunidade tinha 08 Lobinhos.
A fundação deste Grupo, veio coroar o trabalho e a dedicação de um grupo de pessoas que muito contribuíram para que os jovens do município de Piripiri por meio do Movimento Escoteiro venham venham a se tornar membros úteis  em suas comunidades. Destacamos nesse grupo de pessoas: Arnaldo de Sousa Barros (Comissário Distrital), Francisco Pereira (Pitico), Ronaldo de Araújo Meneses, Alice Nunes dos Santos e Frei Frederico Zilner os quais desde 1986 empenharam-se nesta tarefa.
Após seu primeiro ano de funcionamento, o Grupo esteve sempre otimista de que as primeiras barreiras foram vencidas, restando ainda muita luta pela frente.
Espera-se que com a ajuda de Deus e daqueles que foram chamados a dar continuidade a esta obra iniciada em 1987, o Grupo consiga crescer cada vez mais, para que melhor possa servir aqueles que esperam por uma mão amiga.